Conheça a desmama precoce para bovinos de corte e o protocolo desenvolvido pela Trouw Nutrition

16 agosto 2017

Desmama Precoce

A Bellman, marca de suplementação para bovinos da Trouw Nutrition Brasil, desenvolveu um protocolo para a técnica da desmama precoce, por meio da qual os bezerros de corte são desmamados com até 90 dias de idade fazendo uso de um pacote tecnológico, altamente nutritivo e palatável. Além de melhorar os ganhos de peso do bezerro, o protocolo foi desenvolvido para melhorar a reprodução e o desempenho das vacas com baixas taxas de fertilidade, principalmente as categorias com índices menores que 50%.

Para uma vaca ciclar e emprenhar, ela precisa atender, através dos nutrientes ingeridos, uma escala de importância em sua exigência nutricional, que são: manutenção, lactação, crescimento e, por fim, reprodução. A lactação é um dos principais drenos energéticos e um dos maiores causadores da baixa taxa reprodutiva dos rebanhos. Isso porque, muitas vezes, os animais são mantidos com dietas de baixa concentração energética, que impacta em tempos maiores de balanço energético negativo e redução na condição corporal para valores abaixo dos considerados limitantes (de 4 para baixo em uma escala de 1 a 9).Com a remoção do bezerro em até 90 dias, a energia que a fêmea destina à produção de leite é redirecionada para a reprodução. Com isso, a vaca supera o balanço energético negativo com mais rapidez e reduz a perda de massa corporal no pós-parto. Em consequência, os índices de fertilidade do rebanho melhoram. Geralmente, as fêmeas dessa categoria envolvem as primíparas, vacas que parem no final da estação de monta, vacas com escores muito baixos e vacas em pastos com condição de forragem ruim.

Dessa forma, a desmama precoce pode ser utilizada com o foco em aumentar a porcentagem de prenhez do rebanho e diminuir o intervalo entre o parto e a concepção, melhorando também o ganho de peso dos bezerros.  

Protocolo da desmama precoce

De acordo com o protocolo desenvolvido pela área de Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos da Bellman, a remoção do bezerro com até 90 dias de idade e a posterior suplementação até os 7 meses, prevê o fornecimento de três tipos de rações tecnológicas (Bellpeso Baby Start/ BellPeso Baby Tech / BellPeso Baby Up) destinada a três fases diferentes.   

“As rações a serem utilizadas para fornecimento aos bezerros em um programa de desmama precoce devem ser ricas em nutrientes de qualidade, atrativas, com aditivos que atuam na imunidade do animal e extremamente palatáveis”, enfatiza Josiane Lage, Supervisora de P&D da Bellman/Trouw Nutrition.

Na primeira fase, em média aos 20 dias de idade do bezerro, deve-se fornecer em creep feeding, a ração Bellpeso Baby Start, que é altamente nutritiva e atrativa ao animal jovem. Quando o animal atingir um consumo estável de 500g/dia/animal, deve-se introduzir o fornecimento da BellPeso Baby Tech.

Na segunda etapa do processo da desmama precoce, quando os animais atingirem um consumo estável de BellPeso Baby Tech de 800 g/dia/animal, eles já poderão ser desmamados e continuarão ingerindo o mesmo produto por mais 30 dias. Após esse período, na terceira e última fase, os animais deverão ingerir a ração BellPeso Baby Up, entre 5 a 20 g/kg de peso corporal, até os 210 dias de idade. O aumento do fornecimento da ração fica a critério do produtor, pois isso irá depender dos objetivos com o desempenho dos bezerros.  

Com esse protocolo os animais podem ser desmamados em até 90 dias de idade. Entretanto, a rápida ingestão dos produtos e o ganho em cada fase dependem do manejo adotado e da genética do animal.

 “O protocolo de desmama precoce da Trouw Nutrition Brasil é constituído de produtos que foram formulados para aproveitar o potencial de ganho dos bezerros, de forma que estes animais apresentem ao final do protocolo, aos sete meses de idade, um peso que seja superior aos seus contemporâneos, filhos de primíparas, desmamados de forma convencional”, explica o diretor técnico em ruminantes da Trouw Nutrition Brasil, o engenheiro agrônomo Marco Balsalobre.

 

Estrutura necessária

Para adotar a desmama precoce é necessária uma estrutura de creep-feeding atendendo a exigência de 30 centímetros de cocho por bezerro. “Devido a desmama precoce ser feita no período das águas, recomenda-se o uso de estrutura coberta. Entretanto, algumas fazendas utilizam o creep descoberto. O importante é um bom manejo de cocho, evitando que o produto molhado fermente e seja refugado pelo bezerro”, enfatiza João Marcos Benatti, Consultor Técnico da Bellman, Trouw Nutrition.  

Para conseguir o resultado, é necessário obedecer cada etapa para que o bezerro não seja prejudicado, já que o leite será retirado de sua dieta. “O animal deve estar adaptado para consumir concentrado antes de ser desmamado. Embora o leite atenda às exigências do bezerro para determinado crescimento, os nutrientes ingeridos estão abaixo do potencial de ganho desses animais”, explica.  

Dica desmama precoce

De acordo com a zootecnista Josiane Lage, muitos criadores que utilizam cruzamento industrial na propriedade submetem as novilhas cruzadas à estação de monta, que são destinadas ao abate, após o desmame convencional. Dessa forma, considera-se a fêmea F1 como “matriz de uma ou duas crias”. A opção pela fêmea de filho único garante quase que, simultaneamente, dois produtos de valor agregado: um bezerro cruzado e uma vaca precoce com sangue taurino, o que atende as expectativas do mercado que procura uma carne de qualidade.

“A desmama precoce vem como uma ferramenta para abater mais rapidamente essa fêmea, sem prolongar a sua terminação até o final do período seco do ano, uma vez que com a remoção do bezerro, a fêmea tende a recuperar o escore de condição corporal”, aponta Lage.