Unable to watch video

Please change cookie settings to watch this video.

Change cookie settings

Em termos globais, os desafios da sustentabilidade para a produção de alimentos são significativos e estão se intensificando cada vez mais. Até 2050, a população mundial atingirá a marca de 9 bilhões de pessoas, aumentando consideravelmente a demanda por alimentos.

O grande desafio a ser encarado é: “Como podemos atender à demanda da população e preservar os recursos existentes no planeta”?

 

O Programa Nuterra

O Programa Nuterra estabelece as estratégias de sustentabilidade da Nutreco. A Trouw Nutrition Brasil, como empresa do grupo Nutreco, é signatária desta iniciativa. O programa fornece as ferramentas para a implantação da nossa estratégia de sustentabilidade e é composto por três elementos:

Nuterra Product Assessment

Ferramenta que nos auxilia a medir os impactos e atributos ambientais do Ciclo de Vida das nossas soluções nutricionais.

Nuterra Roadmap

Estabelece nossas ambições de sustentabilidade para cumprir a missão de “Alimentar o Futuro”. Ele está dividido em quatro pilares: Ingredientes, Operações, Soluções Nutricionais e Comprometimento;

Nuterra Standard

Ferramenta que define as ações para atingir as metas do Nuterra Roadmap, e medi-las.

Pilares do Nuterra

Os quatro pilares do Nuterra Roadmap estão em linha com os 17 objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU. 

Ingredientes: Trabalhamos para garantir a origem sustentável das nossas matérias-primas, fomentando uma cadeia de valor responsável

Operações: Nos esforçamos para minimizar os impactos negativos das nossas operações diretas e criar oportunidades de emprego para as comunidades onde operamos, sempre respeitando as legislações ambientais e trabalhistas

Soluções Nutricionais: Nossa combinação de produtos e serviços é dimensionada para auxiliar os produtores rurais a aumentar a produtividade, apoiar a saúde animal e minimizar os impactos ambientais negativos

Comprometimento: Nós acreditamos que um futuro sustentável não é viável sem o envolvimento de pessoas motivadas. Portanto, trabalhamos para engajar nossos fornecedores, funcionários, clientes e as comunidades onde estamos presentes para, juntos, atingir os objetivos comuns de sustentabilidade.

 

Relatorio  de Sustentabilidade: https://sustainabilityreport2018.nutreco.com/

 

Pequenos produtores de leite de Juiz de Fora (MG) têm apoio da Trouw Nutrition para aumentar sua produtividade

projeto-comunidades
A Trouw Nutrition, empresa do grupo Nutreco, uma das líderes mundiais em nutrição animal, inicia, em Juiz de Fora (MG), ação como parte do Nuterra, programa de sustentabilidade do grupo que visa alimentar o futuro de forma sustentável. A empresa leva conhecimento e apoio a pequenos produtores de leite da cidade mineira, com o intuito de fortalecer a atividade e agricultura familiar na região. A ação é realizada em parceria com a Pro-Leite, programa de assistência técnica aos pequenos produtores de leite da região, voltado aos cuidados com reprodução e saúde animal.

 “O público-alvo desse projeto são pequenos produtores de leite, de pecuária familiar, com baixa produtividade: de 7 a 10 litros por animal. Serão realizados 4 módulos de workshops para cerca de 50 produtores. Por meio de conhecimento técnico, contribuiremos para aumentar a produtividade e a qualidade do leite, e com isso contribuir para o aumento da renda familiar. O suporte dos técnicos é imprescindível para o sucesso da iniciativa”, explica Leticia Hanser, Analista de Projetos da Trouw Nutrition.

Devido a dificuldades de mecanização, mão-de-obra escassa e obtenção de alimento para o rebanho, Juiz de Fora e região perderam relevância na pecuária leiteira. Os grandes produtores migraram para outras regiões do estado, permanecendo os pequenos. A atividade também sofre com a topografia acidentada e terrenos declivosos, nos quais não é possível ter rebanhos muito grandes, porque as áreas são restritas, assim como o espaço para plantio de alimentos para o gado. 

Após a realização dos workshops os produtores receberão visitas da equipe do Pro-Leite que serão imprescindíveis para o monitoramento e acompanhamento da evolução das ações e sucesso do Projeto. “A minha expectativa é principalmente com a parte social do projeto. Trabalho há 24 anos com produtores e enxergo positivamente o impacto que o conhecimento técnico irá agregar ao negócio deles”, destaca Wladimir Carvalho, técnico da Pro-Leite.

Para o sucesso do projeto, os especialistas da Trouw Nutrition levam estudos e informações para o planejamento da produção, além de alternativas à plantação de milho, que apresenta riscos elevados na região. 

“Estamos usando pesquisa da Embrapa Gado de Leite sobre o melhoramento das forrageiras tropicais. O capim Capiaçu é uma variedade estudada por aproximadamente dez anos. Verificaram-se fácil manejo, boa produção e resistência a pragas. A proposta é usar essa tecnologia já testada e com eficiência comprovada para aumentar a produção de alimentos para o gado e, assim, ter mais leite por hectare”, explica Tarciso Vilela, Coordenador Técnico da Trouw Nutrition.

A substituição de técnicas tradicionais na produção de leite por tecnologias modernas ainda representa um desafio para a atividade na região. “Entender o valor do seu alimento é o primeiro passo para o produtor de leite identificar as áreas em que precisa melhorar e reduzir seus gastos. Com gerenciamento e administração baseados em informação, ele pode planejar melhor seu negócio e ter retorno econômico até em condições climáticas desfavoráveis”, explica Carlos Ribeiro, Coordenador Técnico da Trouw Nutrition.

O primeiro módulo foi realizado em duas associações de produtores rurais, nos bairros de Pires e Penido. “Quando conversamos com os produtores pela primeira vez para entender o contexto e desenvolver alternativas de acordo com sua realidade, sentimos que eles estavam desanimados com a atividade leiteira. No primeiro workshop, destacamos alternativas para nutrição animal possíveis de serem aplicadas em suas propriedades. Eles enxergaram de forma positiva as novas ideias e estão motivados”, explica Leticia Hanser.